Voz da Póvoa
 
...

Pró-Maior Propõe Testes a Todos os Pescadores da Póvoa e Vila do Conde

Pró-Maior Propõe Testes a Todos os Pescadores da Póvoa e Vila do Conde

21 Agosto 2020 | 10:29

Na sede da Associação Pró-Maior Segurança dos Homens do Mar (APMSHM), reuniu, esta manhã de quinta-feira, com o presidente José Festas, uma delegação do PS liderada pelo presidente da Federação Distrital do Porto do Partido Socialista e eurodeputado, Manuel Pizarro, onde se incluíam os presidentes das Comissões Políticas Concelhias da Póvoa do Varzim, João Trocado e de Vila do Conde, Vítor Costa, e ainda, a deputada e coordenadora dos deputados do distrito do Porto do Grupo Parlamentar do PS, Joana Lima.

No final da reunião, José Festas revelou aos jornalistas, uma das suas propostas: “tal como a Câmara da Póvoa fez junto ao Hospital, a Delegação de Saúde de Vila do Conde e Póvoa de Varzim devia montar uma tenda de campanha para realizar testes ao Covid-19 a todos os pescadores”, ou seja, cerca de 3000 homens.

Para o presidente da APMSHM, o momento é preocupante, porque há várias embarcações paradas, devido à pandemia da covid-19, e o número de pescadores infectados tem vindo a aumentar. Por isso, defende que a solução ideal para tranquilizar a comunidade piscatória e população em geral, seria fazer testes “nas instalações da Pró-Maior, que tem excelentes condições para realizá-los”.
 
José Festas criticou também “a opção de terem sido feitos testes aos pescadores do cerco, (550 testes) quando deveriam também testar os pescadores dos barcos da pesca artesanal e do arrasto. A nossa comunidade tem quatro classes de barcos que não foram levados em conta”.

Igualmente Manuel Pizarro avaliou a situação dos pescadores da Póvoa de Varzim e Vila do Conde afetados pela pandemia por COVID-19 e explicou que, “há razões para preocupação, mas não há razões para alarme. Não se trata de uma situação generalizada que esteja a impedir a atividade da pesca”, no entanto, referiu ser necessária uma maior articulação e proximidade entre os serviços de saúde, os pescadores e as organizações de pescadores. Esta é uma atividade muito específica, de grande risco e sacrifício, em que as pessoas trabalham em horários muito atípicos em relação à generalidade dos portugueses. Essas condições não se coadunam com regras burocráticas muito complexas para o contacto com os sistemas de saúde”.

O eurodeputado defendeu também, como médico que é, uma mediação entre os sistemas de saúde e as organizações dos pescadores, como a APMSHM, num esforço de adaptação a um sector tão específico como as pescas, que impeça o descontrolo da situação. “Tem que haver pro-actividade na disponibilização de testes e no rastreio de contactos das pessoas infetadas com a COVID-19 na comunidade piscatória, bem como nas condições de confinamento dos casos positivos”, sugeriu Manuel Pizarro.

E acrescentou que, “seria um erro gravíssimo desprezar uma instituição como esta, com grande implantação local, com belíssimas condições logísticas e na qual as pessoas das pescas confiam e que têm que servir de mediação. O que todas as normas de boas práticas da saúde dizem é que devemos procurar na comunidade aqueles que são os agentes que nos podem ajudar a intervir mais rapidamente”.

Para João Trocado “O mais importante é tomar conhecimento da realidade porque todos os poveiros estão preocupados com a situação e não há nada melhor que estar no terreno para perceber a realidade do que está a acontecer. Saio daqui tranquilizado porque temos a certeza que, quando há casos na pesca, invariavelmente, eles chegam aqui à Pró-Maior, que tem conhecimento de tudo o que se passa na pesca na Póvoa de Varzim e Vila do Conde. Isso indica-nos que existe uma instituição que faz a coordenação de todos os casos do sector das pescas. Obviamente, que a Concelhia da Póvoa está apreensiva em relação à situação neste e nos concelhos vizinhos, mas não deixo de estar tranquilo, porque acho que está a ser feito tudo o que é necessário para que esta situação estabilize e os poveiros possam viver com mais tranquilidade, do que estas ultimas semana têm mostrado”, concluiu o presidente da Concelhia local do PS.

partilhar Facebook
Banner Publicitário