Voz da Póvoa
 
...

Cartão de Residente Sobe de Preço e de Regalias

Cartão de Residente Sobe de Preço e de Regalias

8 Julho 2020 | 17:55

Na reunião do executivo camarário, realizada, na terça-feira, foram várias propostas aprovadas, entre elas e de interesse dos proprietários de viaturas e moradores na cidade, uma alteração significativa ao cartão de residente. Trata-se do estacionamento pago à superfície para moradores.

Aires Pereira explicou que “este cartão permitia a utilização dos parcómetros durante determinadas horas do dia. Com a intensificação que temos vindo a fazer da fiscalização, tem-se levantado algumas questões à volta do cartão de residente, que tinha um custo de 8,25 euros mês. Recebemos alguns pedidos de pessoas, que não tem alternativa de estacionamento e vivem em zonas onde há parcómetros. Decidimos que o cartão de residente passa, a partir de hoje (7 de julho) a custar 10.00 euros por mês e dá direito a estacionar, durante todo o dia, em qualquer parque onde haja lugar disponível à superfície. É um bocadinho equiparado ao cartão de comerciante”, esclareceu o presidente da Câmara.

A diferença é de apenas de 1,75 euros, em relação ao anterior cartão de residente e não precisam levantar cedo para tirar. Com o novo cartão passam a usufruir do estacionamento, sem restrições de horário, em qualquer rua ou parque à superfície.

Outro ponto em agenda e aprovado na reunião foi a atribuição de um subsídio extraordinário às associações de bairro, que organizam as marchas nas festas de S. Pedro. Antes das Festas da Cidade, ficou estabelecido em reunião da Comissão Organizadora do São Pedro, entre todos, a atribuição de um subsídio extraordinário, no montante de 60 mil euros, a distribuir pelos seis bairros. Ou seja metade do valor do atribuido, se as festas não fossem canceladas.

Para usufruírem desse direito as associações teriam que se abster de qualquer manifestação pública, devido ao momento de pandemia que o país atravessa e a Póvoa de Varzim não é excepção.

Esta quarta-feira em reunião, com o Edil, a atribuição deste merecimento financeiro vai depender da avaliação feita pelas direcções de cada bairro, do comportamento que cada um teve na noite de S. Pedro.

Saiba também que foi aprovada a realização da feira do livro no Largo do Passeio Alegre, entre 31 de Julho e 15 de Agosto. Exceto se a situação epidemiológica tiver alterações negativas consideráveis, o evento cultural de relevância para os livreiros e amantes da literatura vai acontecer como habitualmente, mas dentro das normas de segurança estabelecidas.

partilhar Facebook
Banner Publicitário