Voz da Póvoa
 
...

A Verdade dos Números que Sabemos

A Verdade dos Números que Sabemos

16 Agosto 2020 | 16:00

O total de óbitos é agora 1.778 e 54.102 casos confirmados de covid-19. São mais três óbitos e 121 casos confirmados da doença causada pelo coronavírus SARS-CoV-2. Os números foram atualizados, este domingo, pela Direcção-Geral da Saúde.

Estes são os números apresentados pelas autoridades, números que revelam apenas os dados registados em todas as suas vertentes. Acontece que há sempre alguém que poderá estar infectado e não o sabe. Há ainda aqueles que esperam que a gripezinha passe com um chazinho. A única coisa que sabemos é a realidade dos números, mas nunca os exactos, nem no nosso país, nem em país nenhum. A única forma possível de ter certezas era fazer o teste a todos os portugueses, pelo menos uma vez por semana. Isso não é possível.

A única coisa que continua a ser possível é cada um de nós, ter essa consciência e usar dos meios e das defesas que conhecemos. Usar máscara em todo o lado, manter uma distância razoável do outro, evitar aglomerados na rua, nas lojas, nos mercados, no café, em todos os lugares. E nunca esqueça da higienização das mãos, sempre que entra num lugar fechado e até em casa.

Os números na Póvoa de Varzim e em Vila do Conde têm crescido e, não é por falta de aviso das autarquias, mas pela distracção e displicência de cada um dos cidadãos.

Para reflectir sobre os mesmos, fique com os números detalhados no Boletim das autoridades de saúde:

A região de Lisboa e Vale do Tejo regista hoje mais 43 casos de infeção do que no sábado, com um total de 27.931 casos confirmados.

Regista também duas das mortes ocorridas nas últimas 24 horas. O outro óbito foi registado na região norte.

Portugal regista hoje 39.697 casos recuperados, mais 112 do que no sábado.

Nas últimas 24 horas o número de doentes internados em cuidados intensivos subiu dos 37 para os 39 e o total de doentes internados nos hospitais também subiu dos 320 para os 325.

Na região norte estão confirmados 19.473 casos de covid-19 desde o início da pandemia, 54 dos quais nas últimas 24 horas; a região centro contabiliza 4.585 casos confirmados (mais um); o Alentejo regista 823 casos confirmados (mais 12), e o Algarve 975 casos (mais 10).

Na região autónoma da Madeira contam-se 130 casos confirmados desde o início da pandemia (mais um nas últimas 24 horas) e nenhum óbito; e nos Açores foi registado mais um caso (185) e mantêm-se as 15 mortes.

Quanto aos óbitos registados, o norte mantém-se como a região com o total de mortes mais elevado, com 840 registos, o centro tem 253 mortes, a região de Lisboa e Vale do Tejo tem 631, o Alentejo 22 e o Algarve 17 mortos.

Portugal continua sem registo de mortes abaixo dos 20 anos e a faixa etária acima dos 80 anos continua a ser a mais atingida pela mortalidade por covid-19.

Quanto a casos confirmados, distribuem-se por todas as faixas etárias, sendo as idades até aos nove anos as menos afetadas por infeções.

As pessoas com a faixa etária entre os 30 e os 49 anos continuam a ser as mais afetadas, com 8.932 casos confirmados, seguido por 8.854 casos entre os 30 e os 39 anos.

Os dados indicam ainda que, do total das vítimas mortais, 895 são homens e 883 são mulheres.

Por faixas etárias, o maior número de óbitos concentra-se nas pessoas com mais de 80 anos (1.188), seguidas das que tinham entre 70 e 79 anos (347), entre 60 e 69 anos (159) e entre 50 e 59 anos (57).

As autoridades de saúde têm sob vigilância 35.742 pessoas e 1.226 (menos 37 do que na véspera) aguardam resultado laboratorial.

 

partilhar Facebook
295/MASCAR.jpg
295/COVID_-_19_-_AA.jpg
295/ccORONAVIRUS.jpg
Banner Publicitário