Voz da Póvoa
 
...

A Primavera Chegou em Dia de Inverno

A Primavera Chegou em Dia de Inverno

20 Março 2020 | 16:54

O dia nasceu Primavera mesmo que a chuva ainda nos traga o Inverno. Saiba que nos contam que o Equinócio da Primavera ocorreu às 03:50 horas, deste dia 20 de Março. Um instante que marca o início da Primavera no Hemisfério Norte. Depois a estação dos pólenes, das flores, dos cheiros, prolonga-se por 92,789 dias até ao próximo Solstício de Verão, que ocorre no dia 20 de junho às 22:44 horas, hora portuguesa.

Este ano, na chegada da Primavera os quintais, os jardins, as árvores, as flores não sentem o cheiro das pessoas, sentem a falta delas, mesmo que seja para um último colo, para um último embelezar na jarra da mesa, na mão da amada ou amado.

A Primavera anda por aí a bater às portas, a olhar-nos pela janela, a desejar ser o vaso que na sala floriu. A Primavera não sabe nada do medo e habituou-se a ver as pessoas na rua, as crianças a plantar uma árvore, mas a miudagem não tem escola e os professores querem-nos de volta logo que o silêncio seja interrompido por um sorriso, por uma vitória, por uma contaminação de amor.
 
A Primavera foi sempre a estação da esperança, das flores que se abrem ao fruto, à semente, à vida.

Alberto Caeiro que Também era Pessoa imortalizou a primavera com este poema:


Quando Vier a Primavera

Quando vier a Primavera,
Se eu já estiver morto,
As flores florirão da mesma maneira
E as árvores não serão menos verdes que na Primavera passada.
A realidade não precisa de mim.

Sinto uma alegria enorme
Ao pensar que a minha morte não tem importância nenhuma

Se soubesse que amanhã morria
E a Primavera era depois de amanhã,
Morreria contente, porque ela era depois de amanhã.
Se esse é o seu tempo, quando havia ela de vir senão no seu tempo?
Gosto que tudo seja real e que tudo esteja certo;
E gosto porque assim seria, mesmo que eu não gostasse.
Por isso, se morrer agora, morro contente,
Porque tudo é real e tudo está certo.

Podem rezar latim sobre o meu caixão, se quiserem.
Se quiserem, podem dançar e cantar à roda dele.
Não tenho preferências para quando já não puder ter preferências.
O que for, quando for, é que será o que é. 

partilhar Facebook
225/PRIMAVERA_2.JPG
225/PRIMAVERA_1.JPG
225/PRIMAVERA_3.JPG
225/PRIMAVERA_4.JPG
Banner Publicitário