Voz da Póvoa
 
...

Contingência Nacional Determina Adoção de Novas Medidas

Contingência Nacional Determina Adoção de Novas Medidas

16 Setembro 2020

No âmbito da pandemia declarada pela propagação da COVID-19, entra hoje em vigor a resolução governamental que declara situação de contingência nacional, impondo uma série de medidas de prevenção, contenção e mitigação da transmissão da COVID-19.

 

O Município de Esposende, neste contexto, faz saber que se mantém a necessidade de cumprimento do distanciamento social, devendo para o efeito, assegurar-se um afastamento de pelo menos dois metros entre pessoas, ao mesmo tempo que informa que se mantém restrita a permanência em espaços fechados e proibida a espera para atendimento, pelo que os utentes dos serviços devem privilegiar os meios de contacto digitais, nomeadamente, através do portal, www.municipio.esposende.pt (Balcão Virtual Atendimento Agenda) ou através do número de telefone 253 960 100. Os demais serviços públicos mantêm também o atendimento por marcação.

 

Algumas das outras medidas a tomar em consideração envolvem a permanência do encerramento dos estabelecimentos destinados a atividades recreativas, de lazer e diversão ou atividades em espaço aberto, como parques de diversão, parques infantis e estabelecimentos de bebidas, nomeadamente, os bares, outros estabelecimentos de bebidas sem espetáculo e os estabelecimentos de bebidas com espaço de dança. Estes últimos podem funcionar com sujeição às regras estabelecidas na presente resolução para os cafés ou pastelarias, sem necessidade de alteração da respetiva classificação de atividade económica, desde que cumpram as demais orientações da DGS para estes estabelecimentos.

 

A venda de bebidas alcoólicas em postos de abastecimento e áreas de serviço está proibida, sendo esse impedimento alargado aos estabelecimentos de comércio a retalho, incluindo supermercados e hipermercados, a partir das 20 horas.

 

Os estabelecimentos não podem abrir antes das 10 horas da manhã, com exceção atribuída a salões de cabeleireiro, barbeiros, institutos de beleza, restaurantes e similares, cafetarias, casas de chá e afins, escolas de condução e centros de inspeção técnica de veículos, bem como ginásios e academias.

Já o funcionamento dos estabelecimentos da restauração e similares, para efeitos de serviço de refeições no próprio estabelecimento ou para confeção de refeições take-away ou entrega no domicílio, está dependente do cumprimento das regras definidas pela Direção Geral de Saúde, devendo ser cumprida a percentagem de ocupação da capacidade interior (50%) e sendo vedado o acesso ao público a partir das 00h00 horas, com encerramento à 01h00.

 

Não é permitida a realização de celebrações e de outros eventos que impliquem a aglomeração de mais de 10 pessoas, com a exceção de cerimónias religiosas, eventos familiares ou corporativos, tendo a Direção Geral de Saúde definido orientações específicas para estes casos.

 

A prática da atividade física e desportiva, em contexto de treino e em contexto competitivo podem realizar-se, desde que, também, no cumprimento das orientações definidas pela Direção Geral de Saúde e pelas associações representativas de cada modalidade.

 

Cabendo à Câmara Municipal a definição do horário de encerramento dos estabelecimentos comerciais, optou-se, nesta fase, pelo horário mais alargado (23 horas), não obstante esta situação possa ser alvo de revisão a qualquer momento, em função do desenvolvimento da pandemia e da atuação dos cidadãos.

 

A Câmara Municipal apela ao comportamento cívico dos cidadãos, pois apenas com o cumprimento escrupuloso das regras em vigor será possível conter a pandemia e, em tempo, voltar ao normal quotidiano.

 

partilhar Facebook
Banner Publicitário