Voz da Póvoa
 
...

Contact Center Municipal a Dar Resposta aos Esposendenses

Contact Center Municipal a Dar Resposta aos Esposendenses

7 Maio 2020 | 14:38

A Câmara Municipal de Esposende vai fundar um serviço de contacto direto com os seus munícipes. Seguindo o plano em curso tendente à desmaterialização dos processos e dando continuidade ao plano de modernização administrativa, o Contact Center Municipal permitirá uma maior eficácia na resolução dos problemas, garantindo uma resposta às dúvidas colocadas. Sendo o munícipe a principal razão da atuação dos serviços municipais, entende o Município de Esposende que devem ser gerados todos os mecanismos de resposta às mais diversas solicitações.

As restrições ou mesmo o impedimento de deslocação aos espaços físicos onde funcionam os serviços municipais, decorrente da pandemia do novo coronavírus, acelerou o processo de instalação de um “Contact Center Municipal”, em Esposende. Além de proporcionar uma maior proximidade, ainda que não na forma física, este serviço pretende agilizar os contactos dos munícipes com a autarquia, assegurando uma capacidade de resposta mais rápida e eficaz.
É, também, nesse sentido que estão a ser estudadas formas de alargar os horários de atendimento, além de diversas estratégias de desmaterialização dos processos, com o crescente recurso ao suporte digital.
 
Segundo o presidente da Câmara Municipal de Esposende, Benjamim Pereira, este serviço pretende “alcançar uma maior proximidade com os munícipes, resolvendo, encaminhando ou orientando para a resposta aos problemas ou reclamações”.

Este passo da autarquia esposendense insere-se na sua política de descentralização administrativa que compreendeu, numa primeira fase, a instalação do Espaço do Cidadão, nos Paços do Concelho e que prevê, a breve prazo, a abertura de outros dois serviços idênticos, nas vilas de Forjães e de Apúlia.

“Com o ‘Contact Center Municipal’, os contactos na autarquia serão centralizados e irão funcionar em horário alargado. Será realizada uma triagem e consequente distribuição dos assuntos pelos respetivos serviços, facilitando os tempos de resposta e contacto entre os munícipes e a autarquia”, adiantou Benjamim Pereira.

Esta medida implica um investimento em recursos humanos e equipamentos, para além da formação adequada dos trabalhadores.

partilhar Facebook
Banner Publicitário