Voz da Póvoa
 
...

Reabilitação e Ampliação da EB 2,3 Flávio Gonçalves Sofre Retrocesso

Reabilitação e Ampliação da EB 2,3 Flávio Gonçalves Sofre Retrocesso

Política | 31 Outubro 2020

A empreitada de ‘Reabilitação e Ampliação da EB 2,3 Dr. Flávio Gonçalves’ foi um dos temas abordados na última reunião do executivo municipal que aprovou, por unanimidade, a resolução do contrato por justa causa com a empresa responsável pela obra, a Vierominho, por incumprimento dos prazos acertados para a conclusão da obra. A Câmara Municipal decidiu tomar posse administrativa e avançar com o lançamento de um novo procedimento concursal, que obriga à abertura de um novo concurso público.

“A EB 2,3 de Aver-o-Mar beneficia do facto de, nesta altura, não haver alunos na escola. Portanto, foram abertas todas as frentes de obra e a escola ficará pronta no início do próximo ano lectivo, em Setembro. No que diz respeito à EB 2,3 Flávio Gonçalves isso já não será possível porque os concursos públicos têm as tramitações que decorrem da lei, mas iremos criar condições para que a escola funcione com a normalidade possível”, explicou Aires Pereira.
 
Neste ponto, o PS votou ao lado da maioria PSD, mas o vereador José Milhazes não deixou de referir os problemas que têm surgido com diversas obras no concelho. “A tendência é que a obra mais barata é aquela que ganha o concurso. Em tempo útil os vereadores do PS alertaram que isso pode, por vezes, causar problemas, como se tem verificado em muitas empreitadas. 
Aliás, relativamente a uma das obras que a Câmara Municipal vai tomar posse (Garagem Linhares), nós tivemos a oportunidade de atempadamente alertar que a empresa a quem foi adjudicada a obra dificilmente teria capacidade para concretizar a empreitada, como se veio a verificar. Quando uma determinada empresa vive de subcontratos, dificilmente consegue levar a obra até ao fim. A crise de 2008 levou muita mão-de-obra qualificada a emigrar e hoje as empresas de construção civil têm muita obra entre mãos, em virtude dos fundos do 2020, mas não dispõem de pessoal qualificado para executar as empreitadas, daí algumas obras da autarquia estarem a sofrer retrocessos”, rematou José Milhazes.

partilhar Facebook
349/002_Jose_Milhazes_IMG_3812_.jpg
349/001_Varzim_Lazer_IMG_3853.JPG
Banner Publicitário