Voz da Póvoa
 
...

João Trocado Quer Conquistar a Câmara ao PSD

João Trocado Quer Conquistar a Câmara ao PSD

Política | 20 Abril 2021

João Trocado assumiu na manhã de sábado uma candidatura à presidência da Câmara da Póvoa de Varzim, pelo Partido Socialista. O líder da concelhia, que nasceu na Póvoa de Varzim há 40 anos e é licenciado em Economia, quer conquistar a Câmara ao PSD, com “Alma e Coragem Poveira”, lema que pretende fazer caminho até às eleições autárquicas.

O candidato apresentou-se junto ao moral de azulejos da entrada do Porto-de-pesca e disse aos jornalista que deseja que a sua lista, ainda em formação, seja o mais abrangente possível, apelando à união das outras forças e pessoas de sensibilidades distintas para fortalecer a sua candidatura.

“Apresento a minha candidatura depois de três anos de trabalho político com afinco e dedicação à frente do PS, seguindo os princípios e os valores que norteiam a minha vida desde sempre. A minha acção política foi sempre centrada na Póvoa de Varzim, na defesa dos interesses dos poveiros. Sempre agi de forma construtiva e coerente, sustentado em factos, porque se até aqui fiz parte da oposição isso não significa ter que passar o tempo a dizer mal ou ser do contra”, referiu.
 
João trocado recordou algumas batalhas que travou como, “o investimento no nosso hospital, que vinha perdendo importância no contexto regional. Fomos a Lisboa e a todo o lado onde tínhamos que ir. Conseguimos alertar para o financiamento necessário ao funcionamento, às novas valências e ao arranque das obras de ampliação, conquista esta que foi e continua a ser uma vitória para a Póvoa”.
 
O cabeça de lista do PS à conquista da Câmara Municipal referiu também a sua vontade de continuar a bater-se “pela desagregação das freguesias, para devolver a palavra e a iniciativa às populações, regressando a um modelo de maior proximidade que respeite o legado histórico e cultural de cada uma das 12 freguesias poveiras”.

O tema da educação mereceu de João Trocado muitas críticas: “Andei na Escola dos Sininhos, na Flávio Gonçalves e na Rocha Peixoto. É com apreensão que constato que as nossas escolas ainda vivem com os mesmos problemas infraestruturais de há 20 anos, com exceção dos investimentos do tempo do “Parque Escolar” na Rocha, na escola do Século, e das remodelações das duas EB2/3 que o atual Governo promoveu, mas a Câmara, a quem compete executar as obras, tem-nas atrasadas. Aliás como vem sendo regra nas principais empreitadas, os atrasos e o avolumar de custos tem sido a norma. Custa-me entender como as nossas escolas nunca foram a principal prioridade da autarquia, quando é na escola que se alicerça o futuro, para mais quando temos tão bons projectos educativos para nos orgulharmos”.

Em matéria de emprego acrescenta: “Somos poveiros e dizemo-lo com orgulho. Todos queremos fazer da Póvoa uma terra mais forte e competitiva, mas para isso precisamos de uma Câmara Municipal que atue junto das empresas e qualifique o território para atrair mais investimento e melhor emprego. Mais qualificado, mais estável, melhor pago. A Póvoa necessita de uma nova atitude na gestão autárquica. Chegou a hora de iniciar um novo ciclo, de soltar amarras e prosseguir uma nova visão para os próximos 20 anos, rumo a um futuro de maior desenvolvimento, sustentabilidade e justiça para todos”.

A educação, a rede de transportes, a sustentabilidade ambiental, a habitação a preços controlados para jovens, a adopção de práticas que garantam a sustentabilidade ambiental, são as prioridades do projecto ‘Soltar Amarras’ anunciado por João Trocado: “Conheço ao pormenor o orçamento municipal e não posso concordar com a estratégia e as prioridades seguidas. De nada nos serve esta política antiga de fazer obras “faraónicas” de milhões, quando há tanto por fazer, se houver arrojo, inovação e humanismo, se direcionarmos os recursos públicos ao dispor da autarquia, para ir ao encontro das reais necessidades das pessoas”.

Estas são algumas das razões da minha candidatura, mas maior não há do que a vontade de cumprir um dever, que é devolver à terra onde nasci e sempre vivi tudo o que ela me deu e ensinou”. E acrescentou: “Vamos construir uma alternativa renovada, competente, à altura dos desafios do nosso tempo”.

Partimos do Partido Socialista, mas juntando todas as pessoas que queiram que a sua voz seja ouvida, independentemente das convicções ideológicas e afinidades partidárias de cada um. Porque o que está em causa é algo maior, é de todos, da nossa comunidade, é a nossa terra, é a nossa Póvoa de Varzim.

João Trocado revelou ainda que em breve serão divulgadas as iniciativas da candidatura, que nesta fase passam pela presença num site, mas também de outdoors. Quanto à apresentação de candidatos nas freguesias o PS apresentará listas próprias ou dará apoio a independentes. Recordamos que o nome do candidato mereceu a aprovação por unanimidade em reunião da Comissão Política Concelhia do partido.

 

partilhar Facebook
763/IMG_7596.JPG
763/IMG_7579.JPG
763/IMG_7584.JPG
Banner Publicitário