Voz da Póvoa
 
...

Faltaram Sugestões na Discussão Pública do Estacionamento da Matriz

Faltaram Sugestões na Discussão Pública do Estacionamento da Matriz

Política | 18 Junho 2021

O período de discussão pública do processo de Regulamento do Estacionamento do antigo quartel terminou sem qualquer sugestão ou contributo por parte dos cidadãos poveiros. O aparente desinteresse ou manifesta aceitação da proposta da Câmara Municipal, motivou no final da reunião de terça-feira algumas farpas lançadas por José Milhazes, vereador do PS, à CDU, embora nunca tivesse referido o nome do partido.

“Houve quem tivesse criticado publicamente, o valor do parqueamento da Matriz, mas na altura de apresentar sugestões durante o período de discussão pública, não o fizeram. Há quem critique a oposição, mas esquecem-se que num contexto em que estão 7 vereadores do PSD e 2 do PS, nós fazemos os possíveis para levar a água ao nosso moinho, porém não temos que convencer o engenheiro Aires Pereira da bondade das nossas soluções. Temos sim, de convencer o eleitorado poveiro. Se os votos foram para o actual Presidente da Câmara é porque as pessoas se reveem nas suas propostas”, esclareceu o vereador socialista.

E acrescentou: “Passam o tempo a falar do Dr. Cancela, pessoa por quem eu tenho particular estima e consideração, mas nunca explicam que no tempo em que foi vereador, eram três de cada lado e ele funcionava como o fiel da balança. Acontece que na época, votou sempre ao lado das propostas do executivo liderado pelo Dr. Macedo Vieira. Ou seja, é altura do partido que critica a actual gestão da Câmara, reflectir até onde tem responsabilidades na mesma. Recordo que no primeiro mandato de Macedo Vieira, o PSD não venceu uma mesa da Póvoa e nas eleições seguintes ganhou em todas as mesas. Afinal, não sei quem é o pai ou a mãe da actual maioria camarária.

José Milhazes vai mais longe e não tem dúvidas que “se tivéssemos que optar entre a habitação para Jovens e o Póvoa Arena, se fossemos nós a mandar, claro que a habitação estaria em primeiro lugar. Agora, não temos a capacidade de obrigar o Presidente da Câmara a mudar o seu programa e a tomar as nossas opções. O que vamos conseguindo são pequeninas vitórias, mas não andamos a vangloriar por aí que conseguimos isto ou aquilo. Contribuímos dentro do possível para a melhoria da gestão da Câmara, isso sim”.

Fotografia de Rui Sousa

 

partilhar Facebook
Banner Publicitário