Voz da Póvoa
 
...

Desporto e Cultura com Apoios Faseados

Desporto e Cultura com Apoios Faseados

Política | 20 Abril 2021

Na reunião do Executivo Municipal de terça-feira, destaca-se a decisão de não atribuir os subsídios para todo o ano às associações culturais e desportivas, com contrato programa. Os apoios vão ser atribuídos para o primeiro semestre, sendo que em junho será feita uma reavaliação da situação pandémica que o país vive, para a Câmara Municipal poder decidir em conformidade.

“Este processo ainda não está fechado uma vez que há associações que ainda não dirigiram os seus pedidos ao município, mas aprovamos já um conjunto de apoios para as associações culturais e desportivas. Nesta fase, por força da situação pandémica, por força de muitas das associações estarem com a sua actividade reduzida, vamos este ano fazer as coisas de forma diferente. Não queremos fazer nenhum corte nos subsídios, mas vamos atribuir 50% até junho, mensalmente como é normal e, a partir daí, em função da situação pandémica e do arranque das actividades desportivas e culturais, faremos uma avaliação para os seis meses que se seguirão”, explicou Aires Pereira.

O presidente da Câmara acrescentou que, “no âmbito da cultura decidimos apoiar com 71 mil euros, e no âmbito do desporto estes 50% correspondem a um esforço de 230 mil de apoio ao movimento associativo”. Ou seja 301 mil euros.

Na cultura, as associações concelhias contempladas são as seguintes: Associação da Banda Musical da Póvoa de Varzim; Associação Cultural Capela Marta; Associação Ethos, Pathos, Logos; Octopus – Grupo de Investigação Cientifica e Animação Cultural e o Varazim Teatro. O sector da cultura que foi severamente afectado pela pandemia vai receber os apoios na totalidade.

Por outro lado, as associações desportivas que vão receber metade do subsídio até junho são as seguintes: Associação Desportiva e Cultural de Balasar; o Atlético Clube da Póvoa de Varzim; o Centro Desportivo e Cultural de Navais; o Centro Social Bonitos de Amorim; o Clube Desportivo da Póvoa; o Clube Naval Povoense; o Póvoa Andebol Clube; o Póvoa Futsal Clube e o Rangers da Póvoa Clube.

Foi também aprovado um investimento de 13 mil euros em equipamentos informáticos, “aquilo que nos solicitaram foram cartões de dados, hotspots e webcams para os computadores que as escolas foram formatando”, esclareceu Aires Pereira, sendo que o objectivo passa por melhorar e facilitar o acesso às aulas online pelos alunos dos Agrupamentos de Escolas de Aver-o-Mar, Dr. Flávio Gonçalves, Campo Aberto, Cego do Maio e de Rates.

Ainda no âmbito dos apoios às associações, o Edil reforça de que, “até meio do ano vai ser preciso avaliar o subsídio da Zona de Jogo, que a maior parte destas associações recebiam. Uma vez que o fundo de turismo decidiu que a concessionária está isenta da contrapartida mínima, por força de ter estado fechado durante um longo período e continuar. A Autarquia, quanto às verbas do turismo têm um corte de um milhão de euros. Temos que nos reajustar, o Casino tem estado fechado. Este valor provém da exploração do jogo e todos temos que viver com menos. Por isso, não sabemos, a meio do ano, se as nossas associações desportivas culturais e de solidariedade social, se terão mais algum corte e no caso faremos teremos uma correcção para que possam ter a sua actividade completamente assegurada. O subsídio para todas essas associações ultrapassava o meio milhão de euros”.

partilhar Facebook
746/003.jpg
746/005.jpg
746/009.jpg
Banner Publicitário