Voz da Póvoa
 
...

O PÂNICO

O PÂNICO

Opinião | 21 Janeiro 2021

A subir, de novo, na confeitaria. Mas os senhores da "Dolores" são realmente muito generosos e amáveis. A D. Fernanda, o Luís, o sr. Manuel. Vêm-me sempre trazer o JN à mesa e, desta vez, ofereceram-me bolo-rei. Aqui na confeitaria também me tratam muito bem. Leio, estudo, escrevo, produzo à vontade. Sinto-me realmente um senhor, apesar dos meus detractores. Faço a revolução sozinho. Bebo cerveja. Ouço imbecis. É Natal. O Natal nada me diria, não fosse por causa da minha mãe. Entretanto, o Governo e o Marcelo controlam. Controlam mais e mais. Até se metem nos nossos pensamentos. Bandidos! Castradores! George Orwell e Aldous Huxley previram tudo. É mesmo o "Big Brother" e o "Admirável Mundo Novo". Agora com máscaras por todo o lado. E medo. Muito medo. O pânico está instalado. Entretanto, aparece outro imbecil armado em esperto. Não faltam por aqui. Enfim...coitados. Não sabem quem eu sou. Nem o que represento. Merda de vírus! Bebo contra o vírus, o controle e os imbecis.

António Pedro Ribeiro - Sociólogo, poeta, cronista e muito mais

partilhar Facebook
Banner Publicitário