Voz da Póvoa
 
...

Curtas e Grossas – Fulgurante Caminhada

Curtas e Grossas – Fulgurante Caminhada

Opinião | 16 Maio 2021

A partir de 17 de Abril de 1938 a imprensa escrita viu despontar um jornalismo resistente. Gerir a verdade dos factos, a independência e o rigor financeiro não tem sido tarefa fácil. A Voz da Póvoa reinventou-se, reformulando estruturas organizativas, aderindo com entusiasmo ao digital. Nesta fulgurante caminhada, jornalismo profissional que não abrace a credibilidade é testa de ferro de obscuros interesses. Se resistir ao pandemismo é nova prova de fogo, honrar a poderosa voz dos poveiros, é o lema dos 83 anos do A Voz da Póvoa.”Ser jornalista é querer melhorar a vida do outro e de todos aqueles que habitam em nós”, escreveu Daniela Arbex,

Por: Ademar Costa

partilhar Facebook
Banner Publicitário