Voz da Póvoa
 
...

Curtas e Grossas – Alfredo Cunha

Curtas e Grossas – Alfredo Cunha

Opinião | 21 Janeiro 2021

O magistral fotorrepórter, recordou Beatriz Pereira, fotógrafa de Américo Tomás, antigo Presidente da República: “Era uma excelente pessoa, ao contrário do que muita gente diz. Ajudou muitos e depois foi maltratada. Ela quis fotografar o 25 de Abril, mas quando estava na rua foi agredida em frente ao Cinema São Jorge”. A coragem histórica de Alfredo Cunha é de louvar. Estamos habituados à sua frontalidade. O fotógrafo do 25 de Abril faz jus ao espírito libertador da data que ajudou a imortalizar. A bondade e a solidariedade não são apanágio da esquerda. Conheço pessoas de direita muito mais solidárias do que aquelas que se arvoram de esquerda.

Por: Ademar Costa, Poeta e Cronista

partilhar Facebook
Banner Publicitário