Voz da Póvoa
 
...

Curtas e Grossas - Viver das vistas

Curtas e Grossas - Viver das vistas

Opinião | 23 Outubro 2020

A descontextualização é invocada sempre que algum agente político profere algo que o comprometa ou demonstre que não tem capacidade para exercer o cargo governamental ou autárquico para o qual foi eleito. Há dias, Inês de Medeiros, presidente da Câmara Municipal de Almada, afirmou que não se importaria de viver num dos bairros sociais com excelente vista. ”Eu própria ia para lá viver amanhã”, contextualizou a autarca do PS. “Ninguém vive só das vistas”, responderam moradores do Bairro Amarelo almadense.


Por: Ademar Costa - Poeta e Crónista

partilhar Facebook
Banner Publicitário