Voz da Póvoa
 
...

AUTÓMATOS

AUTÓMATOS

Opinião | 30 Novembro 2020

O que acontece à grande maioria dos indivíduos na nossa sociedade é que se tornam exactamente iguais aos outros e são como estes esperam que eles sejam. Segundo Erich Fromm, esse mecanismo pode ser comparado ao mimetismo adoptado por certos animais para se defenderem: ficam tão parecidos com o meio que os cerca, que dificilmente podem ser distinguidos deste. A pessoa desiste do seu ego individual e converte-se num autónomo, não necessitando de sentir-se sozinha ou angustiada. Paga, porém, um preço muito alto: perde a sua individualidade.

António Pedro Ribeiro – Sociólogo, Poeta e muito mais

partilhar Facebook
Banner Publicitário