Voz da Póvoa
 
...

O Estado Continua a Ser de Emergência Mesmo que Outros Achem que Não

O Estado Continua a Ser de Emergência Mesmo que Outros Achem que Não

Nacional | 24 Janeiro 2021

Começa a ser um hábito, às sextas-feiras, a Assembleia da República decidir pelo prolongamento do Estado de Emergência por mais duas semanas, agora de 9 a 23 de Dezembro, mas o Governo deverá ainda este sábado actualizar as medidas restritivas para um mês. No caso ficará a saber como passar o Natal e a passagem de Ano. Ou seja, como não se antevê que o vírus desapareça da cabeça das pessoas nem do corpo, o compromisso passa por ser renovado até 7 de Janeiro.

Depois como é sabido e fácil de ver, continua a haver pessoas e empresas a assobiar para o lado e a dita fiscalização também. Basta ver nas manhãs de sábado, domingo e agora na próxima segunda-feira, os engarrafamentos nas estradas, nos parques das grandes superfícies e a fé em deus a colocar-se no monte. Excepção à regra chama-se Lidl, honra lhe seja feita e, claro está, o pequeno comércio que vai controlando os três ou quatro clientes que podem estar dentro da loja.

Para que saiba o Estado de Emergência foi renovado com os votos do PS e PSD e da deputada não inscrita Cristina Rodrigues, a abstenção do BE, PAN, CDS e da deputada não inscrita Joacine Katar Moreira, os votos contra de PCP, PEV, Chega e Iniciativa Liberal.

Desta vez as feiras locais, com a de Aver-o-Mar e da Estela, no Domingo e a feira das Moninhas na segunda-feira, assim como o Mercado Municipal vão estar abertos com horários limitados, no sábado e domingo até às 13h00 e segunda-feira até às 15h00.

 

partilhar Facebook
14/PARLAMENTO.jpg
366/Ant_Cota.jpg
Banner Publicitário