Voz da Póvoa
 
...

Unidade de Hospitalização Domiciliária é o Novo Projecto do Centro Hospitalar

Unidade de Hospitalização Domiciliária é o Novo Projecto do Centro Hospitalar

Local | 20 Janeiro 2021

Há dias felizes. A confirmá-lo está a apresentação, no dia 15 de Dezembro, da Nova Unidade de Hospitalização Domiciliária, projecto lançado pelo Centro Hospitalar Póvoa de Varzim – Vila do Conde. Um serviço de internamento em casa, que está programado para avançar a 21 de Dezembro.

A equipa é constituída por médicos e enfermeiros que irão a casa das pessoas que forem sinalizadas para continuarem o tratamento à doença na sua habitação, sem necessitar de estar no hospital. Esta opção só acontecerá com pessoas que reúnam um conjunto de condições, que serão avaliadas segundo critérios como a patologia em questão, a habitação da pessoa, a sua autonomia e a necessidade de um cuidador. Ou seja, que não necessitem de tanta retaguarda hospitalar.

O grupo de trabalho, que vai dar corpo à Nova Unidade de Hospitalização Domiciliária, tem como gestor Luís Matias, a médica Luísa Eça Guimarães, coordenadora e as enfermeiras Maria José, Emília Rocha e Ana Catarina Lourenço.

José Gaspar Pais, presidente do Conselho de Administração, explicou aos jornalistas que nesta primeira fase do projecto contará apenas com dois enfermeiros e um médico, que acompanharão cinco doentes de cada vez. A intenção é começar mais devagar, “para depois, alargarmos ao máximo possível de pacientes”, e acredita que este é um projecto de futuro que, “traz conforto e mais segurança ao doente, uma vez que não há o risco de infecções cruzadas com outras pessoas, como por vezes acontece nos serviços hospitalares”.

O projecto que já não é novidade em outros hospitais e, agora inicia, deveria ter arrancado em Julho, mas segundo o presidente do Conselho de Administração, “foi adiado devido à pandemia da Covid-19 e a absorção de muitos especialistas em medicina interna, estando agora pronto a iniciar numa altura especial como é o Natal, até porque já tivemos o reforço de três médicos daquele serviço. Vendo o desafio crescer, a médio prazo, no número de profissionais ao serviço e no número de pessoas a tratar no domicílio, o projecto seguirá o percurso desejado”.

Aquela vontade, aquele desejo de ir para casa onde pode continuar o tratamento, vai ser uma realidade pratica com este projecto lançado pelo Centro Hospitalar Póvoa de Varzim – Vila do Conde.

 

partilhar Facebook
Banner Publicitário