Voz da Póvoa
 
...

São Pedro ou a Noite de Todas as Folias

São Pedro ou a Noite de Todas as Folias

Local | 1 Julho 2022

 

O contrário seria inesperado. Milhares de pessoas saídas da saudade coloriram as ruas de uma cidade em festa. A noitada de São Pedro inspirou-se no passado para dar ao futuro o rumo da alegria. Do ecrã dos últimos dois anos de pandemia se guarda um filme que ninguém quer repetir na cidade do Santo Pescador. Poveirinhos pela graça de Deus só aqui, na terra onde as lanchas baptizadas de Fé enfrentaram todas as tempestades e trepavam no areal ao grito do Ala! Ala! Arriba…
 
Não há festa como esta, e para os bairristas do Belém, do Norte, da Mariadeira, da Matriz, do Regufe e do Sul, o seu bairro é que é, nem o fogo a erguer-se nos céus à meia-noite junto ao Molhe fez parar as rusgas pelas ruas que as conduziam aos palcos dos bairros. As emoções, a cor, a alegria, o incentivo, o aplauso nunca faltou e o cansaço das tricanas e companhia escondia-se por trás de cada sorriso.

A tradição e os ritmos da modernidade partilham a noite e chamam todas as idades, de todos os lugares e cada vez mais de outras cidades, ao palco da dança, do copo, do pão, da sardinha, do salto na fogueira, mas também ao espanto das iluminações, do desfile das rusgas, da visita aos tronos de cada bairro, de tudo isto se compõe a noitada de São Pedro.    

partilhar Facebook
Banner Publicitário