Voz da Póvoa
 
...

Primeira Reunião Serviu para Acertar Pelouros

Primeira Reunião Serviu para Acertar Pelouros

Local | 20 Outubro 2021

A primeira Reunião de Câmara realizada na segunda-feira, 18 de Outubro, serviu para comunicar a distribuição de pelouros para o quadriénio 2021-2025, que sofreu apenas alterações pontuais, respeitando a vontade dos eleitores, segundo o Presidente da Câmara Municipal, Aires Pereira: “Tentamos fazer com que os pelouros fossem de alguma forma mais estanques relativamente à estrutura. Naturalmente, a experiência que os vereadores adquiriram conta muito, mas é também a leitura que eu faço da maioria que os poveiros nos atribuíram. Foi com esta equipa que concorremos às eleições e os eleitores disseram que queriam o presidente e mais seis vereadores, que se reconheciam no trabalho que eles fizeram”. Ou seja, “não deixa de ser uma leitura política de acordo com a vontade dos poveiros, relativamente à distribuição de pelouros bem como às nossas propostas, como fiz questão de referir na tomada de posse. Daqui a 4 anos, teremos que dar contas aos munícipes daquilo que foram os nossos compromissos. É essa a leitura que fizemos para esta delegação de competências”.

Nesta primeira fase, podendo haver alterações por força de pequenos ajustamentos da própria estrutura orgânica, serão estas as funções e será esta a distribuição de pelouros para o mandato que agora se inicia: O Presidente da Câmara, Aires Pereira, fica responsável pela Administração, Finanças, Desenvolvimento Económico, Saúde, Gestão de Fundos Estruturais e Execução do Plano Estratégico 2020-2030; o Vice-Presidente, Luís Diamantino assume a Educação, Cultura, Desporto e Tempos Livres; a Vereadora Andrea Silva fica responsável pelos Recursos Humanos, Atendimento Municipal, Coesão Social, Modernização Administrativa e Gabinete do Munícipe; o Vereador Luís Ramos volta a assumir as Obras Municipais, Mobilidade, Transportes e Inteligência Urbana; a Vereadora Lucinda Amorim fica com o Turismo, Agricultura e Pescas; a Vereadora Sílvia Costa repete o Ambiente, Polícia Municipal e Proteção Civil; por último, o Vereador Marco Barbosa responsabiliza-se pelo Planeamento, Gestão Urbanística, Licenciamento e Juventude.

O primeiro desafio do executivo para o novo mandato: “É desde já preparar um processo que consigamos ter mérito junto dos Fundos Estruturais. Recordo que no quadro comunitário anterior, a Póvoa de Varzim teve uma candidatura de reconhecido mérito e pelo facto atribuíram-nos mais de 14 milhões de euros. É essa a preparação que temos que fazer para candidaturas que irão ser apresentadas ao logo do próximo ano e isso vai definir o ritmo com que vamos poder executar aquilo que consta do manifesto que apresentamos aos poveiros e daquilo que está no plano estratégico 2020-2030”.

Para Aires Pereira impera a necessidade de avançar com projectos para ter um orçamento estabilizado, mas também para que “possamos instruir as candidaturas, por forma a podermos ser contemplados com os financiamentos necessários para a execução. Um outro projecto muito importante, já aprovado e com financiamento garantido, é a estratégia local de habitação para a qual os vereadores Andrea Sila e Luís Ramos estão destacados para tratar desse processo que é urgente, de forte necessidade, quer para os jovens, quer para a população com habitação indigna. Para além de ser um projecto que tem que ficar concluído até 2024”.

Em relação à distribuição de pelouros, os vereadores do PS João Trocado e Ilda Cadilhe abstiveram-se: “É uma questão orgânica do município. Ou seja, nas matérias que não mereçam apreciação política, vamo-nos abster”.

João Trocado acrescentou que o comportamento dos socialistas na vereação vai no sentido de “honrar o nosso compromisso de servir a Póvoa e os Poveiros. Temos a obrigação de representar os eleitores que democraticamente escolheram a nossa proposta política e vamos fazê-lo de uma forma responsável e construtiva, de crítica, mas também com espírito de colaboração sempre que se justifique”.

Como vem sendo habitual, a Câmara Municipal terá duas reuniões ordinárias mensais, na primeira e na terceira terças-feiras de cada mês, pelas 18:00 horas. A segunda reunião de cada mês será aberta ao público.

partilhar Facebook
1055/001.jpg
1055/004.jpg
Banner Publicitário