Voz da Póvoa
 
...

Prémio Póvoa iNOVA Academy Abre Oportunidades a Jovens Designers

Prémio Póvoa iNOVA Academy Abre Oportunidades a Jovens Designers

Local | 2 Junho 2022

 

No sentido de fixar conhecimento qualificado e talento inovador na Póvoa de Varzim, foi apresentada no Centro Póvoa Empresas, no dia 25 de Maio, a 1ª edição do Prémio Póvoa iNOVA Academy. Um concurso de ideias anual, promovido pela Câmara Municipal da Póvoa de Varzim, em parceria com a Escola Superior de Media Artes e Design (ESMAD) e a Ecosteel, que pretende premiar estudantes universitários ou recém-licenciados (residentes ou estudantes no concelho), que apresentem as melhores propostas para um puxador de janela inovador.

Como nada nasce ao acaso, o CEO da Ecosteel, empresa sediada no Parque Industrial de Amorim, explicou o conceito, “a relação interior/exterior mudou. Por questões de saúde, sabemos que os espaços devem estar bem ventilados e a principal funcionalidade é o puxador. O desafio passa por criar um puxador novo para janelas open/pivotante que conjugue preocupações de funcionalidade, design, economia circular e inovação tecnológica com a inserção de novos materiais sustentáveis”. José Maria Ferreira acrescentou que os estudantes têm muito por onde explorar, “há uma série de soluções que podem ser desenvolvidas a partir de uma ideia completamente passiva”. A importância de aproximar as escolas das empresas “para perceberem o que elas fazem”, foi também destacada.

O Prémio Póvoa iNOVA Academy vai comtemplar três estágios profissionais remunerados para os três primeiros classificados, com a duração de 9 meses, na Ecosteel, empresa que só há salários acima do mínimo nacional. Há também um prémio monetário de 1000 euros para o primeiro classificado.

A autarquia, segundo Aires Pereira tem apostado num plano de desenvolvimento empresarial e económico a nível local para os próximos anos, “a estratégia passa pela implementação de programas de apoio que estão em curso gratuitamente no Centro Póvoa Empresas”. Quanto ao prémio promovido pelo Município “é uma oportunidade para quem está a chegar ao fim da sua formação académica”. Sendo que, “o município cumpre a sua missão de estabelecer um contacto entre as empresas e todos aqueles que estão interessados em participar e ter uma oportunidade”.

Para o Presidente da Câmara, o Instituto de Emprego e Formação Profissional, não satisfaz as necessidades das empresas: “São depositários de pessoas que, por esta ou aquela razão, não têm ocupação, mas efectivamente não lhes dão as competências necessárias para que, possam entrar no mercado de trabalho, possam ser activos novamente com novos desafios, com novas competências, com aquilo que as empresas precisam. Há aqui um divórcio muito grande entre a oferta que é dada através deste organismo, descentralizado do Estado, e aquilo que as empresas necessitam”.

Nesse sentido, Aires Pereira assume que a Câmara Municipal “em parceria com as empresas, com as universidades e com os institutos, estamos a fazer esse papel, lançando esta iniciativa. Este é o primeiro prémio que criamos, mas temos já em carteira outras empresas que se disponibilizaram para fazer parecerias nesta área, para fazermos aquilo que todos nós pretendemos, fixar conhecimento na Póvoa de Varzim”.
 
O Edil agradeceu, ainda, à Escola Superior de Media Artes e Design (ESMAD) do Politécnico do Porto, na pessoa da sua presidente, Olívia Marques, toda a colaboração prestada com os projectos promovidos pelo Centro Póvoa Empresas.

Os projectos a concurso deverão ser apresentados até ao dia 31 de Julho, cumprindo as regras do Regulamento. Um júri composto por elementos da Ecosteel, ESMAD e do Município será responsável pela avaliação dos trabalhos. Entre 31 de Agosto e 9 de Setembro, data da cerimónia de entrega dos prémios, todos os trabalhos vão ser expostos no Centro Póvoa Empresas e Centro Coordenador de Transportes.

partilhar Facebook
Banner Publicitário