Voz da Póvoa
 
...

Marcelo Reeleito na Póvoa de Varzim e no País

Marcelo Reeleito na Póvoa de Varzim e no País

Local | 2 Março 2021

Numas eleições presidenciais mais concorridas que a desgraça anunciada, só na Póvoa de Varzim votaram cerca de 26 mil pessoas, sendo que, Marcelo Rebelo de Sousa foi o candidato que recolheu, em todo o concelho, as preferências da maioria dos eleitores, com 58,63%. Em segundo lugar ficou Ana Gomes com 12,77%, em terceiro lugar, mas muito perto da candidata, ficou André Ventura com 12,50%, segue-se Tiago Mayan Gonçalves com 4,09%, Vitorino Silva com 3,39%, Marisa Matias com 3,22% e João Ferreira com 2,75%. A abstenção quedou-se nos 57,11%.
Para o Presidente da Câmara Municipal os resultados foram “muito em linha com o que se passou há 5 anos, ou seja, Marcelo Rebelo de Sousa ganha com um resultado muito expressivo”.

Aires Pereira, no final do apuramento dos resultados das eleições presidenciais, no concelho da Povoa de Varzim, fez questão de alertar para a necessidade de um período de reflexão, ao Bloco de Esquerda e ao PCP, dois partidos devidamente implementados no concelho, mas que viram os seus candidatos Marisa Matias e de João Ferreira, a serem ultrapassados por Vitorino Silva (Tino de Rãs).

O grupo de trabalho que colaborou em prol da boa organização do acto eleitoral na Póvoa de Varzim, também não foi esquecido pelo edil, que fez também um agradecimento especial ao Dr. Jorge Caimoto, “pessoa que trata de todo o processo de logística e por aquilo que nos dado a apreciar, este domingo, tudo correu dentro da normalidade, num processo muito bem organizado com a participação de muitos funcionários do município, também para ajudar na distribuição”, salientou Aires Pereira, Presidente da Câmara Municipal.

Recordamos, que Marcelo Rebelo de Sousa foi reeleito Presidente da República nas eleições de domingo, com 60,70% dos votos, segundo os resultados provisórios apurados em todas as 3.092 freguesias. A candidata Ana Gomes foi a segunda mais votada, com 12,97%, seguindo-se André Ventura com 11,90%, João Ferreira com 4,32%, Marisa Matias com 3,95%, Tiago Mayan Gonçalves com 3,22% e Vitorino Silva com 2,94%. A abstenção a nível nacional foi de 60,5%, a percentagem mais elevada de sempre em eleições para o Presidente da República, no entanto longe das sondagens.

partilhar Facebook
Banner Publicitário