Voz da Póvoa
 
...

Dragagens na Póvoa de Varzim e Vila do Conde até Final do Ano

Dragagens na Póvoa de Varzim e Vila do Conde até Final do Ano

Local | 2 Dezembro 2020

Estão confirmadas as dragagens, ainda este ano, nos portos de pesca da Póvoa de Varzim e Vila do Conde, num investimento de 1 milhão de euros, confirmou o Governo. A draga chegou na sexta-feira ao Rio Ave e deverá desenvolver os trabalhos de retirada de inertes ao longo dos meses de Novembro e Dezembro, de forma a ficarem concluídas as duas dragagens até final do ano.

Ao todo deverão ser removidos 130 metros cúbicos de areia junto à barra de Vila do Conde, num investimento de 680 mil euros e 75 mil metros cúbicos de areia na entrada da barra e no porto de pesca da Póvoa de Varzim com um custo previsto de 320 mil euros, anunciou a secretária de Estado das Pescas Teresa Coelho, que visitou os dois concelhos e alertou para a necessidade de resolver “primeiro as fissuras no molhe da Póvoa antes de ser feita uma dragagem de maior dimensão, que terá lugar no próximo ano. Esta operação deverá rondar os 950 mil euros”.

O projecto de dragagens aponta para um plano plurianual que prevê intervenções no porto da Póvoa até ao final de 2022, onde serão investidos 2.2 milhões de euros.
Teresa Coelho e José Simão, diretor-geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos, estiveram, na manhã de Sexta-feira, na sede da Pró-Maior, a apresentar a operacionalidade das dragagens, que foram recebidas com agrado por José Festas, presidente da Associação Pró-Maior Segurança dos Homens do Mar, pelo benefício que trazem aos pescadores, pela significativa melhoria das entradas das barras da Póvoa e Vila do Conde.
 
Quem também esteve presente, mas através das tecnologias digitais foi o ministro do mar, Ricardo Serrão, que sublinhou a importância destes investimentos para armadores e pescadores, não deixando de destacar o trabalho que a Pró-Maior tem vindo a desenvolver em proveito da segurança dos homens do mar.

partilhar Facebook
Banner Publicitário