Voz da Póvoa
 
...

Um Café Com… Mário Cruz

Um Café Com… Mário Cruz

Local | 25 Outubro 2020

Nome: Mário Alberto Pontes Cruz

Idade: 41 anos.

Signo: Escorpião.

Uma Memória de Infância: Ver o futebol com o meu pai.

Actividade: Empresário.

Livro: “O Rapaz que Seguiu o Pai para Auschwitz” de Jeremy Dronfield.

Música: Guns N' Roses, uma banda de hard rock norte-americana.

Filme: “Caminho da Felicidade” realizado pelo escritor/diretor David M. Rosenthal.

Personalidade: Shimon Peres, um político israelita que foi prémio Nobel da Paz.

Ilustre Poveiro: Cego do Maio.

A mulher mais bonita do Mundo: A minha.

Um jantar com: A minha Mulher.

Prato e Bebida: Arroz de Cabidela e gosto muito de cerveja.

Um Restaurante: O Marinheiro, o Pátio, o Firmino, o Mostarda, o Zé D’amura, o Zé das Letras, mas penso que, regra geral a Póvoa está bem servida.

Carro de sonho: O Ferrari.

Perfume: Hugo Boss.

Uma Marca: Levis.

Cor: Sinto-me bem com o preto.

Clube: Varzim SC.

Canal Televisivo: RTP 2.

Rádio: RFM.

Se fosse um instrumento era: A Viola.

Um animal: A Girafa.

Tempos livres: Quando tenho tempo gosto de estar com os meus filhos e ver futebol.

Um destino para férias: Saint-Tropez.

Cidades que o fascinam: Saint-Tropez, Nice, Cannes, as cidades da Côte d’Azur, mas quando estou lá sinto saudades da nossa nortada.

Sente-se indignado: Quando falam sem conhecimento de causa.

Um sorriso: Vale mais do que mil palavras.

Uma Virtude: Gosto de fazer pelo outro.

Um Defeito: Agir muitas vezes com o coração e não com a razão.

Adoro: A Minha família e o Varzim.

Detesto: O Rio Ave, não as pessoas.

Um adversário: Tento sempre superar-me.

Um aplauso: Ao Presidente da Câmara, Aires Pereira.

O quê que mais o impressionou: A solidariedade que se criou nesta pandemia.

O que ainda não fez que gostava de ter feito: Ser Presidente do Varzim SC. Embora reconheça que neste momento não iria trazer mais-valia, porque está muito bem entregue ao Edgar Pinho.

Ideologia de Vida: Ser e tentar fazer os outros felizes.

Sente Orgulho: Em ser poveiro.

Saudades: Do meu pai.

Quando era pequeno queria ser: Presidente da Câmara, porque era e sou um apaixonado pela Póvoa de Varzim.
8ª Maravilha: A minha Póvoa.

Se me saísse o euromilhões: Acho que ficava pobre num instante, porque ajudava muita gente a ser feliz.

A minha maior aventura: Abrir uma porta sabendo que estava a despejar da casa tipos armados, que estavam indiciados por tráfico de droga. A minha vida é abrir portas. Um dia fui a Chaves com o administrador de insolvência e com a polícia, mas eu é que estava à frente, a tentar abrir o canhão da fechadura.

Drogaria do Desterro: A minha ocupação e ganha-pão nos últimos 17 anos.

A Póvoa e os poveiros: É a melhor cidade do mundo e somos um povo verdadeiro e bairrista.

Se eu fosse Presidente da Câmara: Preocupava-me em corrigir algumas injustiças que só quem anda no terreno se apercebe.

Uma Frase: Sinto-me orgulhoso quando me chamam “peixeiro e pescador”. Quando vou a qualquer lado ver o nosso Varzim, há quem pense que me insulta ao chamar-me “Peixeiro e Pescador”, mas isso para mim é o maior elogio e um orgulho.

Um Ala-Arriba: Pela Póvoa.

Por José Peixoto

partilhar Facebook
Banner Publicitário