Voz da Póvoa
 
...

Promessas de Fé e Devoção

Promessas de Fé e Devoção

Local | 1924 | 18 Setembro 2019

Manifestações de Fé e Devoção em Nossa Senhora das Dores

Milhares de fiéis devotos participaram nas solenidades em honra de Nossa Senhora das Dores, uma das mais afamadas romarias do Norte de Portugal. A procissão de domingo foi o ponto alto de uma semana recheada de actos litúrgicos.

O Largo das Dores foi pequeno para acolher os milhares de penitentes que incorporaram o cortejo solene, presidido pelo pároco da Matriz, Avelino Castro, com acompanhamento da Fanfarra dos Bombeiros Voluntários e da Banda Musical da Póvoa de Varzim. Alvo de todos os olhares e preces, o andor de Nossa Senhora das Dores percorreu as principais artérias da cidade, seguido por uma multidão de pagadores de promessas.

A procissão de Nossa Senhora das Dores começou por se realizar no quarto domingo de Agosto, para se fixar, desde o início do século passado, no terceiro domingo de Setembro. Milhares de penitentes, de todas as idades e categorias sociais, incorporam-se todos os anos no cortejo religioso, com velas do seu tamanho na mão ou representativas da parte do corpo onde se pretende que ocorra a cura.

Na parte profana, os céus iluminaram-se com o fogo-de-artifício e os arraiais noturnos contaram com a exibição do Rancho Folclórico de S. Pedro de Rates e do Rancho Caxineiro, no sábado, e do Rancho Folclórico de Aver­o-Mar e do Grupo de Danças Cantares de Amorim, no domingo.     

Destaque, ainda, para a tradicional Feira da Louça e para as barracas de doces conventuais. As solenidades terminaram com o habitual Beija-Mão a Nossa Senhora.

 

partilhar Facebook
Banner Publicitário