Voz da Póvoa
 
...

Ministro do Mar e Presidente da Câmara Inauguram Marina Norte

Ministro do Mar e Presidente da Câmara Inauguram Marina Norte

Geral | 16 Maio 2021

Entre a pesca e o lazer abriu no sábado as portas para o mar o Núcleo de Embarcações de Recreio da Póvoa de Varzim, que recebeu o baptismo de Marina Norte. No dia do trabalhador, o Presidente da Câmara Municipal da Póvoa de Varzim, Aires Pereira acompanhado pelo Ministro do Mar, Ricardo Serrão Santos, e pela Secretária de Estado das Pescas, Teresa Coelho, descerraram a placa que regista o momento tão esperado pelo Clube Naval Povoense, entidade que passa a gerir a nova marina.

As novas instalações tiveram um custo de cerca de 4 milhões de euros e vão receber 150 embarcações de recreio. Nesta verba está incluída a construção de dois novos cais para pequenas embarcações pesqueiras. O investimento na marina permitiu reordenar a área evolvente, tornando-a mais atractiva para quem nos visita, mas também um destino turístico para os amantes do mar e da náutica de recreio.
 
“Era uma pretensão antiga trazer esta área mais lúdica do mar para o norte do cais. Somos visitados por muitas embarcações de recreio, que agora podem sair a pé e usufruir da cidade. Com a saída dos armazéns de aprestos do mar para as novas instalações que estão a ser construídas a sul, podemos dotar esta zona com restauração e actividades lúdicas, sendo um local de excelência para isso”, enalteceu Aires Pereira.

Quanto à questão da dragagem do porto e a sua operacionalidade, para Edil é “uma prioridade depois deste investimento que fizemos. Sabemos que é um porto artificial que terá por força das marés problemas de assoreamento, o que não pode estar é constantemente assoreado. Ouvimos o Ministro do Mar dar nota dos compromissos do Governo, esperemos que se cumpra para aumentar o nível de segurança”.
 
Em resposta, Ricardo Serrão Santos explicou que “o Governo aprovou, em Conselho de Ministros, um orçamento para avançar com as dragagens. O porto da Póvoa de Varzim está contemplado com 2.1 milhões de euros para os próximos três anos. Uma das preocupações deste ministério, quanto é investimentos é relacionado com a segurança marítima e o porto poveiro tem que estar sempre no centro das preocupações de todos os investimentos que se têm que fazer em pescas”.

A sustentabilidade ambiental, a inclusão social e acessibilidade, foi também uma aposta do Município, com o projecto “Mar Para Todos”, estabelecido em parceria com o Clube Naval Povoense. Foram adquiridas seis velas adaptadas, para a prática de desporto por pessoas com deficiência motora ou mobilidade reduzida, mas também de um barco amigo do ambiente, alimentado pela energia solar, que servirá de ‘táxi’ entre a Marina Sul e a Marina Norte, agora activada.
O evento serviu também para a assinatura de um Protocolo entre o Município da Póvoa de Varzim e a Docapesca, com vista a estabelecer uma conduta que enquadre e coordene a intervenção na Marina. Foi também firmado um Contrato-Programa com o Clube Naval Povoense, representado pelo Presidente Paulo Neves, que titula a cedência da gestão do Núcleo de Estacionamento de Embarcações de Recreio e da Marina Norte.

“Há uma procura muito grande da náutica de recreio, de locais para estacionar embarcações, que escasseiam. A norte a marina de Viana do Castelo está cheia, em Leixões e no Douro estão praticamente esgotados os lugares, por isso não vamos ter dificuldade em preencher os 150 novos lugares da Marina Norte”, acrescentou o dirigente do mais velho clube poveiro em actividade.
Para Paulo Neves os dois anos que durou a conclusão da obra passaram rápido: “Tivemos muitos assuntos a tratar, equipamentos a escolher e soluções a dar. Ver a obra a crescer também nos entusiasmou. O tempo correu célere e foi um prazer trabalhar nisto que se pode admirar agora”.

 

partilhar Facebook
Banner Publicitário