Voz da Póvoa
 
...

Foco de Legionella Pode ter Origem em duas Empresas de Matosinhos

Foco de Legionella Pode ter Origem em duas Empresas de Matosinhos

Geral | 2 Dezembro 2020

A conserveira Ramirez e a empresa de lacticínios Longa Vida são as empresas proprietárias das duas torres de refrigeração que, por precaução, foram desligadas em Matosinhos, segundo noticia o Jornal de Notícias.

Os resultados das análises ainda não são conhecidos, mas há a suspeita de que o surto de Legionella, que terá infectado 75 pessoas das quais nove acabaram mesmo por falecer, nos concelhos da Póvoa de Varzim, Vila do Conde e Matosinhos, possa ter origem nas torres destas empresas.

Segundo o JN o Instituto Ricardo Jorge está a realizar testes também às secreções dos doentes. Segundo a Administração Regional de Saúde (ARS) do Norte, as duas torres de refrigeração foram encerradas porque as primeiras análises à Legionella foram positivas.
A Longa Vida que integra o grupo Nestlé já emitiu um comunicado onde reconhece que "cumprindo as indicações da Autoridade de Saúde e na sua presença, a título preventivo, a Longa Vida desligou de imediato as suas torres de refrigeração" e esclarece que está a colaborar com a Autoridade de Saúde, mas garante que cumpre “todos os controlos exigidos por lei às suas torres" ".

A conserveira Ramirez também confirmou que teve de desligar uma torre de refrigeração por indicação da Autoridade de Saúde.

Com o objectivo de apurar responsabilidades o Ministério Público abriu um inquérito ao caso que se tornou notícia em finais de Outubro e já vitimou 9 pessoas.

 

partilhar Facebook
614/Laboratorio.jpg
14/geral-hospital.jpg
Banner Publicitário