Voz da Póvoa
 
...

Empresa Poveira Aposta na Valorização de Subprodutos e Resíduos Orgânicos

Empresa Poveira Aposta na Valorização de Subprodutos e Resíduos Orgânicos

Geral | 18 Junho 2021

A Pipe Masters Lda, empresa sediada na Póvoa de Varzim, desenvolveu recentemente uma tecnologia inovadora que visa a transformação e valorização de subprodutos e resíduos orgânicos. Esta tecnologia, com pedido de patente submetido para proteger a tecnologia e o processo, consiste na conversão dos nutrientes presentes nos resíduos e subprodutos orgânicos recorrendo a uma hidrólise enzimática, num ambiente de pH, temperatura e pressão controlados. O processo termina com uma etapa de secagem eficiente em vácuo, que resulta na formação de um produto estabilizado de acordo com as especificações previamente definidas.

Este processo é uma alternativa inovadora e única face aos processos atuais, já que toda a operação tem uma duração aproximada de 24h desde a receção do subproduto à obtenção do produto final, ao contrário de, por exemplo, a compostagem, que demora meses. Para além disso, a emissão de carbono e metano para a atmosfera é quase inexistente, já que é um processo rápido e em circuito fechado.

A tecnologia Freetilizer é um projeto recente. Apesar de muitos anos de investigação, quer do conceito mecânico, quer do processo, apenas recentemente conseguimos reunir todas as condições para que este seja um processo válido e um sucesso em qualquer implementação. Foram realizados muitos testes laboratoriais, assim como à escala industrial, através do nosso protótipo que tem capacidade de tratamento até 1,5 toneladas de matéria a tratar. Foram até agora investidos cerca de 1,5 milhões de euros.

Além do corretivo ou fertilizante orgânico, da valorização promovida pela Freetilizer podem resultar farinhas para ração animal ou ainda a extração de aromas e óleos essenciais, dependendo da matriz a tratar.

São já vários os projetos que estamos em avançada fase de negociação, quer públicos, como municípios ou organizações público-privadas, quer empresas privadas num total de 34 oportunidades de negócio a nível nacional e ainda alguns contactos em países como Holanda, Alemanha e Espanha.

O objetivo da Freetilizer é aproveitar o que hoje é um custo e transformá-lo num proveito para as organizações, numa ótica de economia circular e valorização do impacto ambiental.

Esta tecnologia já foi dada a conhecer a entidades da região da Póvoa de Varzim e nacionais interessadas no processo do tratamento quer dos resíduos orgânicos urbanos, quer dos resíduos industriais, como matadouros, produção e transformação de produtos alimentares (como frutas e legumes) ou subprodutos da indústria avícola. Salientamos o interesse e acompanhamento do processo demonstrados por parte da Câmara Municipal da Póvoa de Varzim, que nos tem apoiado no desenvolvimento de novas parcerias.

Como base de certificação do processo, estamos a trabalhar em colaboração com a Escola Superior de Biotecnologia da Universidade Católica, num projeto financiado pelo COMPETE 2020.

 

 

partilhar Facebook
860/Equipa_Freetilizer.jpg
14/sol_A.jpg
Banner Publicitário