Voz da Póvoa
 
...

Caminho da Costa com Novo Albergue em Aguçadoura

Caminho da Costa com Novo Albergue em Aguçadoura

Freguesias | 2 Junho 2022

Os peregrinos que escolhem o caminho da costa para chegar a Santiago de Compostela, têm desde 28 de Maio, em Aguçadoura, um novo albergue para os acolher, localizado no edifício da Casa do Povo.
 
O projecto teve um financiamento de 60 mil euros da Câmara Municipal, tendo sido apoiado pela União de Freguesias de Aguçadoura e Navais, assim como de vários empresários que cooperaram com a obra cedendo alguns equipamentos.

A inauguração do Albergue que oferece aos visitantes, 24 camas distribuídas por seis quartos, casas de banho, uma esplanada e um espaço para guardar bicicletas, contou com a presença do presidente da Câmara, Aires Pereira; do Arcebispo Primaz Emérito de Braga, D. Jorge Ortiga; do Presidente da Casa do Povo, Sérgio Duarte; do Presidente da União de Freguesias de Aguçadoura e Navais, Fernando Rosa, e do Pároco, João Eiró, entre outros convidados.

Benzidas as instalações, D. Jorge Ortiga destacou a importância de criar respostas de alojamento para os peregrinos, num contexto de turismo espiritual ou no caminho da fé, “mesmo que não necessariamente a nossa”. Nas palavras do Arcebispo Emérito de Braga, “aquele que acolhe um estrangeiro, acolhe-me a mim. Mesmo não falando a mesma língua, todos se entendem na linguagem do amor”.

Por sua vez, Aires Pereira revelou que “é mais um equipamento que fica ao serviço do concelho e enquadrado no turismo religioso com a passagem de milhares de caminheiros”, e uma vez que a Póvoa de Varzim em toda a sua margem marítima é parte integrante do Caminho Português da Costa até Santiago de Compostela, “este é um investimento autárquico que faz todo o sentido numa vila como a de Aguçadoura que se destaca no concelho pela sua rica oferta, quer em termos de tradição e história, quer em termos de qualidade dos produtos hortícolas locais”.

Sérgio Cardoso agradeceu todo o apoio prestado pela Câmara Municipal e benfeitores, que possibilitaram as obras no edifício da Casa do Povo, permitindo que Aguçadoura pudesse oferecer um Albergue aos caminheiros e peregrinos.

partilhar Facebook
Banner Publicitário