Voz da Póvoa
 
...

Secretária de Estado Presenciou Mérito escolar de jovens da Casa do Regaço

Secretária de Estado Presenciou Mérito escolar de jovens da Casa do Regaço

Educação | 19 Julho 2021

A Delegação da Cruz Vermelha da Póvoa de Varzim organizou no dia 15 de Julho, com o apoio da Câmara Municipal da Póvoa de Varzim e da Cruz Vermelha Portuguesa, a entrega dos diplomas de mérito escolar a 21 crianças e jovens da Casa do Regaço.

A Cerimónia aconteceu nas instalações do Regaço +, localizas na antiga Escola Básica de Terroso, e contou com a presença da Secretária de Estado da Educação, Inês Ramires, do Presidente da Câmara Municipal da Póvoa de Varzim, Aires Pereira, da Directora Adjunta do Centro Distrital do Porto do Instituto da Segurança Social, Rosário Loureiro, do Director Geral da DGEstE, João Gonçalves, do Delegado Regional da DGEstE, Sérgio Afonso, da Presidente da Delegação da Cruz Vermelha da Póvoa de Varzim, Luísa Tavares Moreira, e do Presidente da Cruz Vermelha Portuguesa, Francisco George.

Entregues os diplomas que certificam as excelentes classificações destes alunos, cada um recebeu um vale-prenda de um tablet. Durante a cerimónia, Francisco George atribuiu a Medalha de Mérito à Delegação da Cruz Vermelha da Póvoa de Varzim, na pessoa de Luísa Tavares Moreira, pelo trabalho desenvolvido.

“Foi uma honra receber esta medalha que partilhei com todos os colegas de direcção. Todas as semanas reunimos, nem sempre estamos de acordo, mas partilhamos opiniões. A medalha é extensiva a todos os colaboradores da Cruz Vermelha, porque são eles a razão de estarmos aqui, hoje. Eu sou apenas uma coordenadora”.

Em relação à construção das residências autónomas para jovens do Regaço, Luísa Tavares Moreira enaltece a ajuda recebida para tornar possível uma obra que ajudará a integrar os jovens na sociedade: “É importante para estes jovens, quando atingem os 18 anos, terem a sua autonomia, viverem num quarto que lhes possibilita privacidade e entrar na vida activa com sucesso, como já aconteceu com outros jovens que estiveram institucionalizados”.

Quanto aos diplomas “os nossos alunos merecem porque tiveram bons resultados escolares, tiveram uma boa postura na comunidade, são solidários e disponíveis para cooperar, sempre que solicitados”.

Para a Secretária de Estado da Educação, a delegação da Cruz Vermelha da Póvoa de Varzim e o seu trabalho, “é um exemplo extraordinário de acolhimento e integração. Normalmente os projectos que acompanhamos não têm esta qualidade. Com um trabalho desta natureza é possível, qualquer destas crianças e jovens voltarem a ser felizes e terem um projecto de vida. Por isso, este trampolim, esta casa de autonomia que está a ser construída, é essencial e preponderante na integração na sociedade”.

Para Inês Ramires, as condições pretendem dar asas às crianças e jovens da Casa do Regaço, “mas vocês têm de aprender a voar, com ajuda e com o vosso empenho”.

Também Aires Pereira enalteceu a Cruz Vermelha Portuguesa e a Secretaria de Estado da Educação por “decidirem fazer uma homenagem aos meninos que tiveram bom aproveitamento escolar, como forma de realçar o seu trabalho que resulta do projecto educativo da Casa do Regaço. Ao mesmo tempo, apresentamos a obra que estamos a desenvolver na antiga escola de Terroso, que é um projecto de autonomia de vida, com 7 quartos para os jovens que atingem os 18 anos e não podem estar institucionalizados, possam prosseguir o seu processo de integração na sociedade, porque muitos deles não têm retaguarda familiar e não podemos perder todo o trabalho e esforço que foi feito no sentido da sua integração”.

 

partilhar Facebook
Banner Publicitário