Voz da Póvoa
 
...

Selecção Nacional de Futsal Levou Alegria aos Utentes do MAPADI

Selecção Nacional de Futsal Levou Alegria aos Utentes do MAPADI

Desporto | 1942 | 5 Fevereiro 2020

Utentes e funcionários do MAPADI – Movimento de Apoio de Pais e Amigos ao Diminuído Intelectual viveram uma manhã muito especial, com a presença da Selecção Nacional de Futsal. Depois de darem as boas-vindas à instituição, ao som do hino nacional, não perderam a oportunidade de pedir autógrafos e tirar umas selfies com os jogadores e equipa técnica de Portugal.

Sem surpresas, Ricardinho foi o mais solicitado. À nossa reportagem, o melhor jogador de futsal do mundo destacou a importância da inclusão através do desporto: “Esta instituição está de parabéns por abrir as suas portas e mostrar o trabalho que desenvolve, numa perspectiva de inclusão e valorização do cidadão com deficiência. Muitos destes utentes só nos conhecem pela televisão, para alguns somos os seus ídolos, e nada melhor que estar aqui, em contacto com eles, para deixar uma mensagem de apoio e de incentivo porque as dificuldades existem para serem superadas”.

Ricardo Pires, utente do MAPADI e campeão europeu de Futsal para Atletas com Síndrome de Down, não escondeu a alegria por poder abraçar e trocar umas palavras com o ídolo Ricardinho. “É um orgulho enorme ter a selecção nacional aqui no MAPADI. Infelizmente, deixei de poder representar a selecção porque tenho uma hérnia discal que me impede de jogar, mas foi uma honra capitanear a equipa que venceu o Europeu e ficou em 5º lugar no Mundial”, lembrou Ricardo Pires.

A selecção das quinas visitou as instalações do MAPADI e ficou visivelmente agradada com as condições que a instituição oferece aos utentes e também à comunidade. O seleccionador nacional Jorge Braz afirmou: “Aqui, nesta instituição, tudo é ganho. O mais pequeno desenvolvimento motor ou intelectual destes utentes é uma vitória. O MAPADI é um exemplo a seguir porque é uma instituição aberta à comunidade, pertence a todos, e a inclusão passa por mostrar que todos somos iguais e muitos são realmente especiais. Podermos partilhar e conviver com estes utentes é algo que nos enche a alma”.

O vice-presidente do Município da Póvoa de Varzim, Luís Diamantino, também acompanhou a visita e sublinhou que “o desporto tem esta capacidade de juntar pessoas especiais, onde não existem barreiras, e poder mostrar a forma como esta instituição está completamente integrada na comunidade poveira”.

No final da visita, António Ramalho, presidente da direcção do MAPADI, referiu: “A nossa principal missão é a recuperação do cidadão com deficiência, potenciando todas as suas capacidades. No desporto, temos campeões nacionais, europeus e mundiais, fruto do investimento que também fazemos nesta área, como é o caso do Ricardo Pires, da Ana Ramos e de muitos outros atletas de várias modalidades”.

A presença da Selecção Nacional de Futsal é a cereja no topo do bolo, acrescentou: “Todas as parcerias são importantes porque iniciativas como esta são muito encorajadoras e enriquecedoras para os nossos utentes. O MAPADI é uma referência na formação dos cidadãos com deficiência, mas também uma referência para os profissionais que cá trabalham. Por exemplo, o fisioterapeuta da nossa selecção nacional fez o seu estágio precisamente aqui, no MAPADI, há 15 anos. Como instituição, existimos há 43 anos, mas desde 1990 que temos esta abertura à comunidade. Não é por acaso que ostentamos a marca Entidade Empregadora Inclusiva, fruto de todo este trabalho de inclusão”.

 


Leia a notícia na íntegra na edição impressa

partilhar Facebook
232/Selecção-Nacional-visitou-o-MAPADI.jpg
232/Ricardinho-e-Ricardo-Pires.jpg
Banner Publicitário