Voz da Póvoa
 
...

Pólo Aquático do CNP Entra Com a Mão Errada no Campeonato

Pólo Aquático do CNP Entra Com a Mão Errada no Campeonato

Desporto | 3 Março 2021

A vontade de competir era muita e talvez por isso, a equipa sénior de pólo aquático do Clube Naval Povoense, tenha sido derrotada, primeiro pela ansiedade e depois pelo Clube Aquático Pacense, por 19-12, no arranque do campeonato da 1ª Divisão.
 
O jogo que aconteceu, no sábado, ao início da noite, no complexo de piscinas de Paços de Ferreira, foi a contar para a 2ª jornada. Recordamos que após vários avanços e recuos, tendo inclusivamente a Federação Portuguesa de Natação suspendido e adiado a realização da 1.ª jornada, "devido à existência de aspectos organizativos não salvaguardados", coube à equipa poveira o privilégio de disputar o 1.° Jogo do campeonato em casa do Clube Aquático Pacense, na 2.ª jornada da prova.

Javier Cáceres, treinador da equipa de Polo Aquático do CNP, destaca o regresso à competição: "O mais importante é que estamos a competir. Depois da interrupção da época passada e de vários meses de incerteza este reinício é uma injeção de motivação e energia para os jogadores".

A equipa poveira entrou mal na partida e chegou a estar a perder por 8-1. Como do outro lado estava um potencial candidato ao título, a recuperação, embora tivesse acontecido, não foi suficiente para dar a volta ao jogo.

"Não entramos com força suficiente no primeiro parcial o que fez toda a diferença e condicionou todo o jogo e, consequentemente, o resultado final", refere o treinador do CNP.
"Temos uma equipa muito jovem. Foram vários os jogadores que, com 15 e 16 anos, se estrearam no passado fim-de-semana na 1.ª divisão. Temos também alguns jogadores que chegaram recentemente ao clube e que estão ainda em fase de integração. Estes factores, associados a algumas ausências que tivemos neste jogo, por motivos de saúde, dão-nos uma grande margem de progressão para atacarmos com motivação este campeonato que agora iniciou e de lutarmos pelos nossos objectivos. Somos a equipa poveira que há mais anos consecutivos milita na 1.ª divisão nacional e sentimos que é fundamental o apoio e o carinho das gentes da terra para levarmos a Póvoa de Varzim ao mais alto patamar do desporto português", refere o coordenador da secção, Bruno Loureiro.

Apesar do confinamento geral imposto pelo governo, garantidas que estão, como sempre, as imprescindíveis condições de segurança dos atletas, a equipa irá continuar a treinar nas piscinas da Varzim Lazer, possibilidade essa pelo facto de militar na 1.ª divisão nacional, preparando o jogo da próxima jornada, já no próximo sábado, nas piscinas onde joga em casa, na Senhora da Hora, contra a equipa de Paredes."

partilhar Facebook
Banner Publicitário