Voz da Póvoa
 
...

Turistando Lendas e Lugares – As canções que entoei para ti

Turistando Lendas e Lugares – As canções que entoei para ti

Opinião | 1959_B | 19 Agosto 2020

" Abra a boca e canta!"

Pensou ela enquanto tentava, frustradamente, emitir algumas notas.

Desafinadamente elas ganhavam espaço, ferindo lhe os ouvidos e o coração...

Não podia compreender! Nunca fora talentosa cantora mas ao menos algo que se aproveitasse.
Entretivera públicos exigentes e menos, recebera aplausos e ovações.

Agora mais valia emudecer!

Pensou no filho. Em cada canção de embalar. Nas canções que passaram, por hábito, a embalar. O filho... Era o seu melhor público: sempre atento, sempre a acompanhar nota e canção, sempre a pedir bis:

"—  Ah, mamãe, canta mais uma!?"

E ela cantava! As mais belas, as mais repletas de significado e carregadas de ensinamentos de vida que queria gravar na memória do guri como orações.

" Ser mãe é exercitar o desapego...", pensou consigo mesma.

Percebeu, por fim, onde a perdera: ao trocar o Tejo pelo Douro trouxe o corpo e deixou, com a cria, a voz!

Maria Beck Pombo

 

partilhar Facebook
Banner Publicitário