Reportagem

Festival de Tunas dos Gatunos no Palco do Casino da Póvoa

O Salão d’Ouro do Casino da Póvoa foi palco do Alcatraz – XXIII Festival de Tunas dos Gatunos, que contou com as participações, a concurso, da TUCP – Tuna da Universidade Católica Portuguesa do Porto, da Copituna d’Oppidana – Tuna Académica da Guarda, da Trovantina – Tuna Masculina do Instituto Politécnico de Leiria, e da TAIPCA – Tuna Académica do Instituto Politécnico do Cávado e do Ave.

Mais uma vez, os Gatunos – Tuna Académica do Politécnico do Porto (antiga ESEIG) proporcionaram um fim-de-semana repleto de tradições académicas. Na sexta-feira decorreu em Vila do Conde a Noite de Serenatas e no sábado o Festival de Tunas.

As cerca de 600 pessoas que lotaram o Salão d’Ouro do Casino da Póvoa vibraram com o espectáculo de mais de quatro horas, tal foi a qualidade apresentada pelas tunas participantes nesta grande noite que festejou o verdadeiro espírito académico. As quatro tunas convidadas disputaram os vários prémios a concurso.

A Copituna d’Oppidana – Tuna Académica da Guarda venceu os prémios de Melhor Serenata, de Melhor Pandeireta e de Melhor Porta-Estandarte. A Trovantina – Tuna Masculina do Instituto Politécnico de Leiria venceu os prémios de Melhor Solista e o de Tuna Mais Tuna. E a TAIPCA – Tuna Académica do Instituto Politécnico do Cávado e do Ave venceu o prémio de Melhor Instrumental e o de Melhor Tuna, o galardão mais desejado da competição.

A noite terminou em clima de grande festa com a actuação da tuna organizadora, os Gatunos, que mais uma vez estão de parabéns pela excelente organização.

Leia a notícia completa na edição impressa.