Local

Centro Ocupacional da Lapa Abriu Portas

População foi conhecer os espaços

População foi conhecer os espaços

O Centro Ocupacional para Idosos da Lapa abriu, no domingo, as suas portas, depois de descerrada a placa pelo presidente da Câmara, Aires Pereira, e pela vereadora com o Pelouro da Coesão Social, Andrea Silva. O Centro Ocupacional, que nasceu da transformação da velhinha escola da Lapa, foi criado para ser uma estrutura de apoio social da Câmara Municipal, vocacionada para a população sénior, no sentido de ajudar a combater o isolamento e a exclusão social, proporcionando o convívio e a amizade entre os utentes. A ideia passa por potenciar um envelhecimento activo e saudável, com um acompanhamento biopsicossocial.

São muitos os serviços e actividades de carácter socio-recreativo e cultural que o Centro Ocupacional da Lapa tem para oferecer. Também não foi esquecida uma certa base alimentar, entre lanches e refeições ligeiras, que os utentes podem levar para casa, mediante inscrição. A planificação das actividades só vai acontecer depois das inscrições dos interessados, mas passeios e comemorações de datas festivas, como o 25 de Abril, Dia do Trabalhador ou o S. Pedro, já estão a ser planeadas.

Leitura de jornais ou livros, internet, visualização de filmes, jogos de cartas, dominó e xadrez, são ofertas de lazer para exercitar a mente, mas o físico não pode ser desprezado. Por isso, ginástica, dança, e workshops de culinária estão também no cardápio das ocupações do centro.

Na inauguração do Centro Ocupacional da Lapa, Aires Pereira começou por agradecer o empenho dos colaboradores da autarquia na feitura da obra e fez um apelo aos presentes: “Conseguir transformar a velhinha escola num espaço acolhedor deve merecer o respeito de todos e a sua conservação para o futuro.

Leia a notícia na íntegra na edição impressa.